terça-feira, 29 de março de 2016

FILIPE CATTO ARREBATADOR - DIAS E NOITES










Filipe Catto continua na divulgação do seu mais recente disco, e nos últimos dias foi a vez de mostrar ao público a grande essência visual da faixa "Dias e Noites", que abre Tomada, seu novo CD. 


O vídeo da faixa Dias e Noites faz um interessante jogo de luzes e sombras, mostrando que nosso próprio rosto pode ser visto de diversas formas, dependendo apenas da incidência de luz. 









Produzido pela Zeppelin Filmes e com direção de Fernanda Rotta e Rodrigo Pesavento, o clipe de Dias e Noites comprova a personalidade forte de Filipe, um dos mais recentes destaques da ainda nova música popular brasileira.






                               
Fotografia de Lena Leote





Catto se destaca pela sua voz única, um timbre raro de se ouvir. O artista vem alavancando sua carreira para o grande público de forma cuidadosa, qualitativa e meteórica.










A combinação de voz, trejeitos e a jovem beleza do cantor contrastam ainda com uma dúbia aura doce e a cara de imponência. É como se imaginássemos aquele chefe que dá sermão falando baixo e sorrindo. O vídeo de Dias e Noites mostra este paradoxo que cada vez mais se mostra uma marca registrada do artista. Catto é doce, simples e até tímido, porém nos palcos é o oposto disso: firme, sisudo, imponente mesmo.










Diferentes e iguais


No clipe, o artista aparece cantando seu single enquanto as luzes passeiam pelo seu rosto, mostrando que, de certo modo, podemos ser bem diferente daquilo que imaginam(os). À medida que o vídeo avança, o rosto de Filipe ganha sobreposições de novos rostos.









Esta mescla de rostos, por outro lado, prova que mesmo sendo diferentes, somos ainda o mesmo, a mesma essência, um mesmo ser. E não se assuste, Filipe Catto nos dá toda a licença poética necessária para interpretações poéticas de suas músicas e clipes.

Dias e noites, claro e escuro, diferentes e iguais, tímido e imponente. O que seria de nós se não fossem as dualidades cotidianas presentes em nossas vidas?










A epopeia poética e imponente da nova fase de Filipe Catto



"Já nem sei dizer quantos nomes, cores, lábios

Nesses lábios roubei."








"Por onde esbarro, o perigo
Onde madrugada já não passa
De uma armadilha
Onde eu quis me perder, me deixar

Por outros sinais."








“Dias e Noites”: Filipe Catto tem pegada poética e imponente.
















3 comentários:

Klaudia Alvarez disse...

Parabéns pelo artigo. Você captou a essência mais pura e verdadeira desse artista único que veio para "mexer" com todas as estruturas e provar que é pela Arte que nos tornamos melhores.

Anônimo disse...

Definição exata da personalidade de Filipe Catto!

Eloá Xavier disse...

Texto maravilhoso,descreve muito bem o que Filipe é e significa para nós,seus fãs! Parabéns pelo texto lindo!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...