terça-feira, 22 de março de 2011

Jogos



Sou quase isso que você quer
o que você quer?!
Quero quase o que você é
o que você é?
Você quer o que quase não é
e sou o que você quase não quer
Quero o que você quase não é
Sou isso! O que é?!
Isso que quase quero
não ser o que você quase é
Ser o que não quase
onde não case o querer
Querer o que não é
ser isso que quero
Você quase não quer
isso que você é
Sou isso que quase
quando não soa o que é:
isso.




Torres Matrice

06/11/99

3 comentários:

marlene disse...

O que você está esperando para publicar estas pérolas?
A forma como escreves me faz pensar em um ser alienígena em sua própria terra natal.
Consistência inconsciente de uma grandiosidade ímpar.

Bravo.

Ph Peixoto disse...

Gostei, porém não é seu habituè na escrita, senti uma diferença na forma que escreveu este poema, há algo familiar.

Ph Peixoto disse...

Gostei, muito bom, porém não é o seu habituè, sua forma de escrever este poema não é o mesmo com que escreveu os outros, sinti sisso, senti também uma certa familiaridade com o tipo da escrita, não sei pq, será q estou viajando na maionese, espero q não, detesto maionese, hahaha.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...